Curry disposto a 'cortar' patrocinador que elogiou Donald Trump

Base dos Warriors reage a declaração do presidente da Under Armour

• Foto: USA Today Sports

Stephen Curry, uma das maiores estrelas da NBA, admitiu na madrugada desta quinta-feira rescindir o contrato de patrocínio com a Under Armor depois do presidente e diretor-executivo da marca de equipamentos desportivos ter elogiado Donald Trump.

Kevin Plank disse na véspera, numa entrevista à CNBC, que o novo presidente dos Estados Unidos era um homem que entendia de negócios e, por isso, "uma mais valia" para o país.

"Passei o dia todo ao telefone com muitas pessoas da Under Armour para tentar entender o que se passava e quais tinham sido realmente as suas palavras [de Kevin Plank]", explicou o jogador dos Golden State Warriors à publicação 'Mercury News'.

Para Curry, se a marca não partilha os seus valores, a solução será a rescisão de contrato: "Se os líderes [da Under Armour] não têm os mesmos valores que eu, não é o dinheiro que vai fazer que eu seja o que não sou."

Durante a campanha presidencial, Curry foi uma das figuras mediáticas que apoiou a candidata democrata Hillarty Clinton.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de NBA

Resultados

Todos os números da competição na época 2019/20

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.