Ex-treinador de Michael Jordan deixa-lhe herança... de 177 euros

Dean Smith quis que a mesma verba fosse distribuída pelos 180 jogadores que liderou em North Carolina

Dean Smith morreu há cinco anos, mas sabe-se agora que o ex-treinador da Universidade da Carolina do Norte deixou em testamento 200 dólares (cerca de 177 euros) a cada um dos 180 jogadores que treinou, para que desfrutem de um jantar em sua memória. E Michael Jordan foi um deles.

O administrador do testamento contou à ESPN que os cheques foram enviados logo depois da morte de Dean Smith, que faleceu aos 84 anos, e há quem imagine a cara de Jordan ao ver o cheque, ele que foi um dos melhores, senão mesmo o melhor, de sempre da NBA, e que acumulou ao longo da carreira uma autêntica fortuna, avaliada em mais de dois mil milhões de euros.

Entre os beneficiados com o cheque há, porém, outros notáveis como Bob McAdoo, James Worthy, Kenny Smith, Sam Perkins, Rasheed Wallace, Vince Carter e Antawn Jamison, que foram assim convidados a desfrutar de um jantar em memória de um treinador que certamente lhes diz muito.

Por Isabel Dantas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NBA

Resultados

Todos os números da competição na época 2019/20

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0