«Houve brigas, socos e tudo mais»: ex-companheiro relata treino 'intenso' com Michael Jordan

Will Perdue recorda momentos com o antigo companheiro de equipa dos Chicago Bulls

• Foto: Reuters

A série documental sobre Michael Jordan, denominada 'Last Dance', continua a revelar o lado que poucos conheciam sobre uma das maiores figuras do basquetebol norte-americano. O episódio mais recente remonta para os momentos intensos entre Will Perdue, antigo jogador dos Chicago Bulls entre 1988 e 1995, e 'MJ', que chegaram a trocar argumentos em alguns treinos.

"Michael só conhecia duas coisas: a ACC (Atlantic Coast Conference), porque era ali que jogava, e os Big Ten, porque nos anos 80 só se via o basquetebol local. Quando me recrutaram e viu o meu apelido [Perdue], julgou-me como se eu não fosse suficientemente bom para jogar em Perdue [uma das melhores equipas universitárias da época] e começou a chamar-me Will Vanderbilt [a sua universidade de origem]. Quase nunca me tinha visto a jogar, não sabia nada sobre mim e fez uma declaração completamente às cegas. Não levei para o lado pessoal, mas doeu-me um pouco", recordou, em declarações prestadas à 'FanSided'.

"Continuei a trabalhar. Viu a minha ética de trabalho. Ele estava sempre no ginásio, na sala de pesos e não parava por nada. Aceitei o seu desafio, continuei a treinar duro e, à medida que comecei a jogar lentamente, comencei a ter confiança", lembra.

Sessão de treinos acabou com... um olho negro na chegada ao avião

Will Perdue e Michael Jordan não conseguiam estabelecer uma relação de amizade e os momentos entre os dois basquetebolistas subiam, cada vez mais, de tom.

"Os nossos treinos eram fenomenais. Phil Jackson, para levar tudo ao limite, colocava o Jordan na equipa de suplentes e deixa o Scottie Pippen e eu na dos titulares. Isso para Jordan era totalmente inimaginável. Houve brigas, socos e tudo mais. Pelo menos os jornalistas nem sempre estavam por perto como hoje em dia", confessa Horace Grant, antigo jogador dos Chicago Bulls entre 1987 e 1994.

"Uma vez Will Perdue vez um bloqueio ilegal ao Jordan e ele disse-lhe para não voltar a fazer aquilo. Phil Jackson insistiu para repetirmos os exercícios e os dois pegaram-se. Tentamos agarrar o Will para não bater no Jordan. No dia seguinte, no avião, tinha o olho negro", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0