Jaylen Brown conduz 15 horas para se juntar a protesto: «Antes de tudo, sou um homem negro»

Extremo dos Boston Celtics participa em marcha pacífica

Os protestos pela morte de George Floyd continuam a marcar a atualidade nos Estados Unidos e são muitas as figuras do desporto que se têm juntado às vozes (e gestos) de descontentamento. Foi o que fez Jaylen Brown que conduziu 15 horas para encabeçar uma marcha pacífica de protesto em Atlanta, na noite de sábado. O extremo dos Boston Celtics emitiu parte da marcha em direto no seu Instagram e publicou vídeos e discursos na mesma página.

"Conduzi 15 horas para chegar à Geórgia, a minha comunidade. Este é um protesto pacífico. Ser uma celebridade, ser um jogador da NBA, não me exclui se qualquer assunto. Primeiro, e antes de tudo, sou um homem negro e membro desta comunidade. Estamos a tomar consciência de algumas injustiças que temos estado a viver. Como jovem, têm de escutar a nossa perspetiva. As nossas vozes precisam de ser escutadas. Tenho 23 anos. Não sei todas as respostas. Mas dói-me como aos demais", disse o jogador que também é vice-presidente da Associação Nacional de Jogadores de Basquetebol.

Brown marchou de megafone em punho e um cartaz onde se podia ler "Não posso respirar", referindo-se à morte de George Floyd, afro-americano de 46 anos que morreu às mãos da polícia, depois de ter sido detido sob suspeita de ter tentado usar uma nota falsa de 20 dólares (18 euros) num supermercado de Minneapolis.

Ver esta publicação no Instagram

JB is peacefully protesting in Atlanta right now. What do we want? JUSTICE! ? ? ?

Uma publicação partilhada por Jaylen Brown Fanpage ? (@jaylenbuckets) a






Impressionante: Milhares de pessoas deitadas de bruços com as mãos atrás das costas a gritar «Não consigo respirar»

3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0