Kevin Love: «O meu corpo dizia-me que estava a morrer»

Desabafo da estrela dos Cavs na Players Tribune

• Foto: Getty Images

Depois de DeMar DeRozan falar abertamente sobre a depressão que ultrapassa, foi a vez de Kevin Love vir a público falar sobre a saúde mental, que é um assunto que tem estado muito em destaque na liga norte americana de basquetebol. 

O extremo/poste dos Cleveland Cavaliers utilizou a plataforma do Players Tribune para desabafar sobre a sua saúde mental que, tal como o próprio admite, "até aos 29 anos pensava que era um problema apenas dos outros."

Este desabafo aconteceu devido a um acontecimento que mudou a visão de Kevin Love sobre a questão dos problemas mentais. O momento que o fez perceber que não era apenas um problema dos outros foi um jogo contra os Atlanta Hawks, a 5 de novembro de 2017. "Estava stressado devido a problemas com a família, não andava a dormir bem e desde o início do jogo sabia que algo não estava bem", escreveu.

O jogador admite que no decorrer do terceiro período, durante um desconto de tempo, sentiu o seu coração a bater mais rápido do que nunca e percebeu que não conseguiria voltar ao campo. Correu para o balneário e foi nesse momento que teve uma das piores sensações da sua vida. "Sentia que o meu corpo me estava a dizer que estava a morrer, a última coisa que me lembro é de estar deitado no chão do balneário a esforçar-me para conseguir respirar", confessou.

Foi nesse momento que o Kevin Love percebeu que a melhor solução era falar com um psicólogo: "Procurei ajuda e foi a melhor coisa que fiz. Não é vergonha nenhuma pedir ajuda e é a única solução para conseguir seguir em frente".

Segundo o jogador norte-americano, este texto tem como grande objetivo dar o exemplo, mostrar que a problemas mentais tocam a qualquer um e que procurar ajuda é o melhor passo, porque tal como Love afirma, "toda a gente está a passar por algo."


If you’re reading this and you’re having a hard time, no matter how big or small it seems to you, I want to remind you that you’re not weird or different for sharing what you’re going through. Just the opposite. It could be the most important thing you do. It was for me. (My story in bio.)

Uma publicação partilhada por @ kevinlove a

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.