Record

LeBron James: «Donald Trump utilizou o desporto para nos dividir»

Basquetebolista critica presidente dos Estados Unidos

• Foto: USA Today Sports
O basquetebolista dos Lakers LeBron James criticou esta terça-feira o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por usar "o desporto para dividir" os norte-americanos em questões de raça e negou que vá reunir-se com o líder do país.

"Estamos numa situação, nos Estados Unidos, em que toda a questão racial foi recrudescida. O nosso presidente está a dividir-nos. O que tenho notado nos últimos meses é que utilizou, de alguma forma, o desporto para nos dividir, e isso é algo que não consigo entender", afirmou o jogador de 33 anos, em entrevista à cadeia televisiva CNN.

O jogador dos Los Angeles Lakers disse ainda que não poderá "calar-se ou ficar sem dizer nada" perante abusos raciais, dizendo ainda que nunca se reuniria com Trump, ao contrário do antigo líder, Barack Obama.

O basquetebolista tem criticado por diversas vezes Donald Trump pelos ataques a jogadores afro-americanos da liga de futebol norte-americano (NFL), que se ajoelharam durante o hino nacional como protesto.

Este ano, James apontou o dedo a Trump por atacar Stephen Curry, jogador dos Golden State Warriors que disse que a equipa não visitaria a Casa Branca, sendo que o presidente retirou depois o convite.

"Ir à Casa Branca era uma grande honra até que lá chegaste", atirou.

O basquetebolista é um dos mais bem pagos desportistas dos Estados Unidos e é considerado um dos melhores de sempre do desporto, tendo ganho por três vezes a Liga norte-americana (NBA).
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

M