LeBron James nos Warriors? Os possíveis caminhos para concretizar o negócio do século

'ESPN' adiantou que extremo estaria disposto a reforçar os atuais campeões

• Foto: USA Today Sports

LeBron James nos Golden State Warriors, numa equipa de sonho com Stephen Curry e Kevin Durant, só para citar alguns. Um cenário que parece impossível mas que, segundo a 'ESPN', poderá vir a acontecer no verão! A estação televisiva norte-americana adiantou que o extremo dos Cleveland Cavaliers estaria disposto a ir para Oakland caso os atuais campeões abrissem espaço financeiro para 'comportar' o camisola 23, chegando ao limite do que poderiam gastar.

Nesta fase, e se a época dos Cavs continuar neste rumo de desilusões constantes, a expectativa é que James recuse em julho a opção que tem no contrato para renovar por 35,6 milhões de dólares (MD) tendo em vista 2018/19 e torne-se, pela terceira vez na carreira, um free agent, podendo escolher se quer ficar no Ohio... ou abraçar outros projetos. A ESPN explica, então, de que forma se poderia concretizar o negócio do século na NBA.

Renovação pelos Cavs

Como consta no atual contrato, LeBron James pode acionar a época de opção, com o tal salário que já está definido, mas vincando desde logo que apenas o fará para ser trocado para outra equipa. Este é o melhor caminho, na medida em que facilita a vida tanto aos Cavs como aos Warriors no que respeita ao controlo dos tetos salariais e eventuais pagamentos de imposto de luxo (isto é, uma 'franchise' pode superar o teto salarial mas paga mais por isso). Desta forma, ao manter o atual vencimento, LeBron não obrigaria Golden State a ter de investir mais nem a libertar alguns dos basquetebolistas mais valiosos; os Cavs, por outro lado, abririam valioso espaço salarial para reforços de qualidade. Agora, é preciso é que as três partes estejam de acordo...

'Sign and trade'

Nesta solução, James renovaria contrato com o tal salário para depois sair, mas tal levaria a que o seu vencimento fosse mais penalizado e que os Warriors ficassem sujeitos ao hard cap, ou seja, impossibilitados de ultrapassar muito o teto salarial. Para 2018/19, o limite deverá rondar os 123 MD e Golden State só poderia ir aos 129 MD. E a projeção dos campeões para a próxima época já ascende aos 128,3 MD... Portanto, para o negócio se efetivar Kevin Durant, por exemplo, teria de 'descartar' o atual contrato por um menos valioso e boa parte do plantel seria preenchido com elementos a ganhar o mínimo possível tendo em conta o seu número de anos de NBA. E Thompson, Green e Iguodala poderiam ter de ser trocados.

No fundo, tratam-se para já apenas de especulações que, sublinhe-se, muito dificilmente virão a ser concretizadas, até porque a liga tem poder de veto. Porém, a verdade é que ninguém esperava também que Durant reforçasse os Warriors em 2016...

Por João Socorro Viegas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.