Miami Heat vencem Boston Celtics e ficam a uma vitória da final da NBA

Quarto jogo da final da conferência Este

Os Miami Heat ficaram a um triunfo de alcançarem a final da NBA, depois de derrotarem os Boston Celtics, por 112-109, na quarta-feira.

Os Miami Heat asseguraram uma vantagem de 3-1 na final da Conferência Este, muito graças à grande exibição de Tyler Herro, de apenas 20 anos, que conseguiu 37 pontos, o máximo de um rookie da equipa de Miami nos play-offs, batendo o recorde que era de Dwyane Wade (27).

Os 37 pontos de Herro, que saiu do banco, foram a sexta melhor marca de um 'rookie' em finais de Conferência e a segunda melhor de um jogador com 20 anos ou menos, apenas superada pelos 42 de Magic Johnson em 1980.

No seu primeiro ano na NBA, Herro está a ter uma fase final de enorme qualidade e marcou pelo menos uma dezena de pontos nos seus primeiros 13 encontros nos play-offs, algo que apenas Elgin Baylor (1959) e Alvan Adams (1976) tinham conseguido.

Além de Herro, também tiveram boas prestações Jimmy Buttler (24 pontos), Goran Dragic (22) e Bam Adebayo (20).

Jayson Tatum, com todos os seus 28 pontos na segunda parte, ajudou os Celtics a recuperarem de uma desvantagem de dois dígitos e colocarem-se na frente do marcador, mas não impediu o desaire.

A história está agora do lado dos Heat, campeões em 2006, 2012 e 2013, que nas anteriores 11 ocasiões em que estiveram a vencer por 3-1 nos play-offs nunca foram eliminados.

Os Boston Celtics, recordistas de títulos na NBA, com 17, mas que não chegam a uma final há 10 anos, conseguiram por duas vezes recuperar de desvantagens de 3-1, nos longínquos anos de 1958 e 1981, ambas frente aos Philadelphia 76ers.

O quinto jogo da final da Conferência Este joga-se na sexta-feira.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.