Nem Jordan nem Pippen: arma secreta da final da NBA em 98 podem ter sido... coelhinhas da Playboy

Antigo jogador dos Utah Jazz conta que houve uma visita pouco comum ao hotel onde estavam os jogadores

• Foto: DR

Nem Scottie Pippen nem Michael Jordan. A grande arma dos Bulls para vencer os Utah Jazz, na final do campeonato de 1998, podem ter sido as coelhinhas da Playboy no hotel onde estavam hospedados os jogadores da equipa de Salt Lake City.

Antoine Carr, antigo base dos Utah Jazz, conta que em Chicago a equipa foi surpreendida por várias mulheres no hotel. "As pessoas de Chicago tentaram fazer alguma coisa. E digo isto porque na noite anterior a um jogo houve vários modelos da Playboy a apareceram no quarto de hotel, com um bolo. Tinham uma gabardina para a chuva e, depois de nos darem o bolo, tiraram-nas. Foi uma receção de boas-vindas a Chicago!", revelou Carr, à ESPN.

O ex-jogador diz ainda que não cedeu à tentação. "Elas propuseram passar a noite connosco, mas não funcionou para mim. Mas o bolo estava muito bom", confidenciou o antigo basquetebolista da formação de Salt Lake City, considerando o autor da partida um "génio". 

"Quem preparou uma coisa daquelas é um génio e um grande fã do Bulls. É assim que se cria uma vantagem real", admitiu Carr.

Recorde-se que em 1998 os Bulls venceram por 4-2. No jogo seis, Michael Jordan fez um total de 45 pontos, contra 8 de Pippen. Nos Utah Jazz, Karl Malone contabilizou 31.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.