Heptacampeão europeu José Ramalho desiste nos Mundiais de maratonas

Lesão no ombro trava canoísta português na prova de K1

O canoísta José Ramalho abandonou a prova de K1 do Mundial de maratonas, falhando a conquista do único título internacional que lhe falta no currículo.

O atleta de 39 anos cedeu a uma lesão no ombro, desistindo quando seguia, em esforço, num segundo grupo, já distante do líder.

Em Mundiais, o canoísta de Vila do Conde, que na quinta-feira foi campeão na 'short race', já tinha sido 'vice' em 2012 e 2019, bem como bronze em 2009, 2014 e 2016.

Na Europa tem currículo ímpar, com o ouro em 2011, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2021, porém em Mundiais têm-se sucedido os problemas e azares.

Na mesma prova, Adriano Conceição terminou em 11.º, em 2:07.55 horas, a 4.16 do ouro do dinamarquês Mads Pedersen, que bateu o espanhol Ivan Alonso por 24 segundos e o francês Stéphane Boulanger por 1.50 minutos.

Também em K1, Mariana Barros foi 19.ª em 2:15.58, a distantes 10.44 minutos da vencedora, a húngara Vanda Kiszli, enquanto em juniores Rodrigo Santos foi sexto, com 1:41.04, a 31 segundos do igualmente magiar Csanad Sellyei.

Sérgio Maciel, que na sexta-feira tinha sido bronze sub-23 em C1, não completou a prova sénior.

No domingo, Portugal encerra a sua participação nos mundiais com as provas de K2, com Alfredo Faria e Miguel Rodrigues, e a de C2, com Rui Lacerda e Ricardo Coelho.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Canoagem

Notícias

Notícias Mais Vistas