Selecionador faz balanço positivo mas esperava mais nos Europeus de maratonas

Rui Câncio analisou prestação lusa na prova

• Foto: José Oliveira e Sousa

Rui Câncio, selecionador de maratonas, especialidade da canoagem, elogiou este domingo o desempenho de Portugal nos Europeus de Ponte de Lima, embora esperasse "algo mais" de algumas embarcações.

"Em termos de balanço geral, ultrapassámos o objetivo mínimo de três medalhas, pelo que foi um sucesso. E o mais importante é que renovámos o título mais importante, o K1 sénior pelo José Ramalho", disse.

Em declarações à Lusa, o treinador manifestou-se "muito contente com as quatro tripulações que foram ao pódio", porém admitiu que alguns dos seus pupilos "tiveram apenas um desempenho mediano".

"Agora, o importante é focarmo-nos nos Mundiais. Será uma prova muito mais aberta, pois será 'reforçada' com muitos canoístas que terminaram a época de pista. Vai ser mais difícil repetir os pódios, mas confio que o José Ramalho, que agora se sagrou pentacampeão da Europa, possa conquistar um inédito título mundial em K1. Vamos trabalhar para isso", concluiu.

O presidente da federação, Vítor Félix, assumiu que os resultados ficaram "um pouco aquém do esperado, tendo em conta que em 2016 tivemos seis medalhas, três delas de ouro" em Pontevedra, Espanha.

"Ficou, acima de tudo, o título europeu do José Ramalho que abrilhantou, com o hino nacional, uma organização amplamente elogiada por toda a gente e que ficará na memória como os melhores Europeus de sempre", congratulou-se.

Para já, os quatro medalhados têm lugar garantido nos Mundiais de setembro na África do Sul: o dirigente assume que será feita uma escolha para ampliar a comitiva lusa a seis elementos, "que deem garantias da melhor representação portuguesa".

Além do ouro do vila-condense José Ramalho, obtido sábado em K1 sénior, Portugal conquistou mais três medalhas de bronze, pelos juniores do CN Ponte de Lima Duarte Silva em C1 e Rita Fernandes em K1, e pelo sub-23 Sérgio Maciel, do Darque Kayak Clube, em C1 sub-23.

Os Europeus de maratonas reuniram mais de 300 canoístas de 23 países.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Canoagem

Foco já em Tóquio

Jogos Olímpicos 2021 na mente de Fernando Pimenta e Joana Vasconcelos, após sucesso na Hungria

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.