Sexo iliba suspeita de doping de Laurence Vincent-Lapointe

Substância detetada no corpo da canoísta terá resultado da transmissão de fluidos corporais do ex-namorado

• Foto: Getty Images

A canoísta Laurence Vincent-Lapointe foi ontem ilibada pela Federação Internacional de Canoagem (CIF) depois das suspeitas de doping que recaíam sobre si desde julho de 2019. No organismo da canadiana foram encontrados vestígios de ligandrol, uma substância que aumenta os níveis de testosterona. Mas, segundo a atleta, a substância detetada no seu corpo resultou da transmissão de fluidos corporais do ex-namorado durante a prática de sexo.

"A CIF aceitou que Vincent-Lapointe não tomou conscientemente a substância ilegal", lê-se no comunicado da federação.
Na altura do controlo positivo, a canadiana foi suspensa da competição e falhou o Campeonato do Mundo, em agosto.

Com a decisão a seu favor, já pode voltar a treinar, com vista à preparação para os Jogos Olímpicos em julho. "Não imaginam como estou aliviada. É bom terminar esta fase, concentrar-me no que mais amo e poder voltar à água para me preparar para os Jogos", afirmou numa entrevista na sua cidade natal, Trois-Rivières, no Quebec, onde deixou claro que, após este momento, já pensa no regresso e com foco total para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Canoagem

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0