Andemeskel visita família e é apanhado no meio de uma guerra: ninguém sabe dele há 15 dias

Ciclista da Israel Cycling Academy estará escondido com a mulher e o filho, à espera que tudo passe

• Foto: Twitter

Awet Andemeskel, ciclista da Israel Cycling Academy, não dá sinais de vida há quase de 15 dias e todos na equipa estão muito preocupados. O corredor que tem passaporte sueco mas nasceu a Eritreia, foi ter com a mulher e com o filho de um ano e meio à localidade de Mekele, no norte da Etiopia, onde residem de há três anos esta parte.

No meio dessa visita começou uma guerra entre o governo etíope e as forças locais da região de Tigray. A zona sofreu bombardeamentos por parte do governo e continua a ser alvo de ataques indiscriminados, deixando muitos mortos e feridos entre a população.
 
Awet é eritreu mas tem estatuto de refugiado e passaporte sueco. Cumpre este ano a sua terceira temporada na Israel Cycling Academy, que já tinha manifestado a intenção de renovar o contrato. 

"Estamos há muito tempo a tentar entrar em contacto, mas passaram-se muitos dias e estamos a ficar preocupados. Por sorte uma irmã dele vive na Suécia e contou-nos que ele e a família estão escondidos, à espera que tudo passe. As linhas telefónicas e a internet estão destruídas e as notícias sobre o conflito são poucas. Fala-se na possibilidade de rebentar uma guerra civil e realmente estamos preocupados", contou ao jornal espanhol 'Marca' Marcelino Pacheco, o representante de Awet.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.