Bradley Wiggins: «É triste, as pessoas são acusadas de coisas que nunca fizeram»

Britânico nega ter usado substâncias proibidas no Tour de 2012

Bradley Wiggins já reagiu ao demolidor relatório do 'Department for Digital, Culture, Media and Sport', que concluiu que o ciclista e a Sky recorreram ao doping para ganhar a Volta a França de 2012.

"É triste que estas acusações possam ser feitas assim. As pessoas são acusadas de coisas que nunca fizeram, coisas que são apresentadas como factos", referiu o ciclista, em comunicado. 

"Nego veementemente a utilização de qualquer produto sem que houvesse necessidade clínica para tal", acrescentou Bradley Wiggins.

A Sky também respondeu ao relatório. "Negamos veementemente a alegação de que a triamcinolona tenha sido sido utilizada de forma generalizada pela equipa para preparar a Volta a França. Estamos surpreendidos e deslididos pelo facto de a comissão ter dado voz a uma denúncia anónima desta forma, sem apresentar qualquer prova ou sequer dar-nos a possibilidade de responder. É injusto para a equipa e para os ciclistas"

A equipa britânica acrescenta ainda que está "empenhada em criar um ambiente na Sky onde os corredores possam desenvolver ao máximo a sua atividade de forma 'limpa'".


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.