Ciclista Alves Barbosa homenageado durante apresentação do 40.º Prémio ABIMOTA

Evento arranca no dia 20 de junho com um contrarrelógio no Campo Grande, em Lisboa, e termina no dia 23 em Águeda

• Foto: Bruno Teixeira Pires

O ciclista Alves Barbosa foi esta segunda-feira homenageado na apresentação do 40.º prémio de ciclismo ABIMOTA, que arranca no dia 20 de junho com um contrarrelógio no Campo Grande, em Lisboa, e termina no dia 23 em Águeda.

A apresentação da prova, a que assistiram a viúva e filhos do corredor, serviu para homenagear "a glória maior" do ciclismo nacional e o primeiro corredor português a participar na Volta a França.

O presidente da Associação, João Miranda, lembrou a colaboração prestada por Alves Barbosa à organização da prova, o envolvimento de muitos para tornar possível manter o prémio, que é hoje a segunda prova nacional mais antiga por etapas.

Gil Nadais, secretário-geral da ABIMOTA, lembrou os principais feitos da carreira do ciclista ao serviço do Sangalhos.

"Falar de Alves Barbosa é contar a história do ciclismo português, é falar de um dos melhores ciclistas de sempre", disse Gil Nadais, lembrando um percurso que o levou aos 19 anos a participar na Volta a Portugal pelo Sangalhos.

Coube a Vital Almeida, enquanto diretor da prova, detalhar os pormenores técnicos dos quatro dias do Grande Prémio ABIMOTA, sublinhando a realização da Taça de Portugal de paraciclismo no dia 20, dia em que tem lugar a primeira etapa em circuito fechado de 7,8 quilómetros, num contrarrelógio por equipas no Campo Grande, em Lisboa.

A segunda etapa, dia 21, vai levar os ciclistas de Ourém a Mortágua, numa extensão de 170 quilómetros.

A terceira etapa é percorrida entre Almeida e Vouzela, na distância de 185 quilómetros.

Já em Anadia, os ciclistas partem para a quarta e última etapa, numa extensão de 174 quilómetros, com um troço de montanha em Sever do Vouga, na parte final, antes de terminar a prova na Avenida 25 de Abril, em Águeda.

Ao todo são 15 equipas portuguesas que disputam a prova e três equipas espanholas: Rádio Popular/Boavista, Miranda/Mortágua, W52/FC Porto, JORBI/Team José Maria Nicolau, Aviludo/Louletano/Uli, Sporting CP/Tavira, ACDC Trofa/Trofense, JV Perfis/Gondomar Cultural, EFAPEL, UD Oliveirense/INOUTBUILD, Crédito Agrícola/Jorbi/Almodôvar, SICASAL/Constantinos, LA Alumínios/LA Sport, Vito-Feirense- PNB, e Fortunna/Maia, com as cores nacionais, e Kuota/Construcciones Paulino, Baque Team e Supermercados Froiz, de Espanha.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0