Ciclistas roubados após queda na Volta à Catalunha

Dan Martin e Romain Bardet queixaram-se de furtos

Conquistada no último domingo pelo colombiano Miguel Ángel López, da Astana, a Volta à Catalunha foi pródiga em momentos menos bonitos a envolver os adeptos da região, eles que tantas vezes são elogiados pela sua forma ferverosa de viver o desporto em geral. Ora, depois da cena inacreditável a envolver Domingos Gonçalves, agora chegam-nos relatos de dois ciclistas que foram roubados... em plena última etapa, pouco depois de uma queda coletiva.

O primeiro a denunciar um furto foi Dan Martin, colega de equipa de Rui Costa na UAE Team. "Ao tipo que me roubou o Garmin quando me estava a levantar depois da queda, peço-lhe só que me envie os dados da sessão, pois necessito de atualizar o Training Peaks", escreveu o irlandês nas redes sociais, que nessa mesma publicação recebeu uma resposta da Garmin a... oferecer um novo relógio.

Pouco depois surgiu o relato do francês Romain Bardet, da AG2R, que pela mesma via se queixou de ter ficado sem um dos seus ciclocomputadores. "Parece que houve alguém que não saiu de mãos a abanar graças à nossa desgraça", escreveu o francês, que neste tipo de produtos terá investido qualquer coisa como 400 euros.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas