Edgar Pinto vive um dia de cada vez

Regressou à competição após mais de 5 meses ausente devido a atropelamento na China

Edgar Pinto cumpre 2.ª época na Skydive Dubai
• Foto: DR Record

Os azares dos últimos anos fazem com que Edgar Pinto veja o futuro de outra maneira. "Não posso pensar muito alto em termos de carreira." O desabado do ciclista da Skydive Dubai, de 30 anos, surge após o regresso à competição (Copa Bartali), que aconteceu após cinco meses e meio afastado devido a lesão... mais uma. "Já não faço conta às operações. O que vale é que vou tirando o metal que tenho dentro do corpo."

Em outubro de 2015, na Volta à China, fraturou o colo do fémur esquerdo ao ser atropelado por uma moto da organização. Em 2011, na Volta a Portugal, sofreu igual fratura, mas do lado direito. Na prova rainha teve outras desistências que resultaram em clavículas e outros ossos partidos.

Face ao histórico de azares que têm marcado os últimos cinco anos, é com naturalidade que o ciclista de Albergaria-a-Velha diz que nesta fase da carreira não faz sentido pensar em chegar a uma equipa melhor. "Com a falta de sorte que tenho tido, é um pouco o deixar andar, fazendo sempre o trabalho da melhor maneira."

Edgar Pinto está a cumprir a segunda época na equipa da Skydive Dubai, do 3º escalão da UCI. "Este ano as coisas estão melhores, temos um novo diretor, que é muito mais organizado e com abertura a mais corridas". Giro de Trentino, Volta a Madrid e Volta ao Japão serão as próximas provas.

Por Ana Paula Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.