Fabio Jakobsen alcança primeira vitória desde a grave queda na Volta à Polónia

Ciclista holandês venceu, ao sprint, a 2.ª etapa da Volta a Valónia

• Foto: Deceuninck-QuickStep

Fabio Jakobsen (Deceuninck-Quickstep) conquistou esta quarta-feira a sua primeira vitória desde a grave queda sofrida na Volta a Polónia do ano passado. O ciclista holandês superou Fernando Gaviria (Emirates) e Amaury Capiot (Arkéa-Samsic) e venceu a segunda etapa da Volta à Valónia, na Bélgica.

"Esta vitória significa o fim da minha reabilitação. Penso que posso dizer que estou de volta. Estou ansioso por vencer mais etapas e muito feliz por aquilo que aconteceu hoje", disse o corredor, de 24 anos, no final dos 120 quilómetros da etapa que decorreu num circuito em Zolder.

Jakobsen, companheiro do português João Almeida da Deceuninck-QuickStep, sofreu uma violenta grave na 1.ª etapa da Volta à Polónia de 2020, no dia 5 de agosto, quando o compatriota Dylan Groenewegen (Jumbo-Visma) o 'atirou' contra as barreiras num sprint a 80 km/hora. 

Brutal queda junto à linha da meta na Volta à Polónia
O sprinter esteve em coma induzido, entre a vida e a morte, com um traumatismo cranioencefálico, ficou com apenas um dente e levou 130 pontos na face, ocupando durante uma semana os cuidados intensivos do Hospital de Santa Bárbara, em Sosnowiec (Polónia). Jakobsen foi depois submetido a cirgia de reconstrução facial, tendo-lhe sido retirado um osso da zona pélvica para ser colocado nos maxilares desfeitos. Voltou à competição na Volta à Turquia em abril deste ano e participou ainda na Volta ao Algarve e no Critério do Dauphiné. Groenewegen acabou mesmo por ser suspenso durante nove meses da competição por ter provocado a queda do seu compatriota.

Na Volta à Valónia, Jakobsen está em segundo na geral, com o mesmo tempo do líder Dylan Groenewegen. O português Rui Oliveira terminou a etapa de hoje no 98.º lugar, com André Carvalho (Cofidis) a ser o 101.º e Diogo Barbosa (Hagens Berman Axeon) o 116.º, todos com o mesmo tempo de Jakobsen. Na classificação geral Rui Oliveira é 49.º, a 10 segundos do líder, tal como André Carvalho (80.º) e Diogo Barbosa (93.º).

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.