Fábio Silvestre quer impor-se nos sprints até ao final da época

Português vai estar em todas as provas até ao final do ano

• Foto: DIREITOS RESERVADOS

O português Fábio Silvestre (Leopard) admitiu esta sexta-feira que a sua experiência no estrangeiro poderia ser uma mais-valia no calendário do ciclismo nacional, apontando as vitórias ao sprint como objetivo até ao final da época.

De visita ao pelotão luso, na partida para a primeira etapa em linha da 39.ª edição do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho, Fábio Silvestre explicou que devido a problemas físicos de vários companheiros vai ter um final de ano preenchido.

"Vou fazer todas as provas até ao final da época, tivemos algumas lesões e algumas doenças, por isso vou estar em todas as corridas. A próxima é a Volta às Astúrias, depois de um estágio de seis dias na Alemanha", referiu.

Em todas as provas, o objetivo é o mesmo: "Quero chegar bem nos sprints e, se possível, impor-me, algo que não tem acontecido".

Há cinco anos a correr no estrangeiro e sem contrato para a próxima época, o natural de Sobral de Monte Agraço reconheceu que a sua experiência poderia "fazer a diferença" nas corridas portuguesas.

"Penso que sim, tenho experiência e um ritmo um pouco mais elevado, possivelmente conseguiria fazer a diferença nas chegadas mais planas. Aliás, até acho que as equipas continentais portuguesas são mais organizadas do que as estrangeiras, onde apenas se nota grande diferença em relação às do WorldTour", sublinhou.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0