Filippo Ganna está infetado com a Covid-19: «Senti os ossos partidos»

Campeão mundial de contrarrelógio conta como tem passado o isolamento

• Foto: EPA

Filippo Ganna foi uma das figuras que marcaram este ano de 2020 no ciclismo. Além de ter conquistado o título mundial de contrarrelógio em 'casa', o corredor italiano da INEOS ganhou quatro etapas no Giro (três na sua especialidade e uma de alta montanha) mas agora atravessa uma fase menos positiva, depois de ter testado positivo à Covid-19.

Em entrevista ao portal 'Tuttobiciweb', o ciclista de 24 anos revelou as consequências físicas que o novo coronavírus lhe provocou. "Durante três dias tive 39º e a temperatura não baixava, apesar de me medicar de manhã, depois do almoço e à noite. Senti os ossos partidos e todos os sintomas habituais da gripe. Durante uma semana não tive paladar nem olfato e  ainda não recuperei a 100%. Para o olfato fiz testes com álcool, para o paladar com mostarda. Agora já começo a sentir a doçura do mel, mas quando tomo café ainda não sinto o sabor que deveria ter", explicou.

O corredor italiano também contou como tem ocupado o tempo durante o isolamento e mostra-se cauteloso quanto ao futuro."Levanto-me tarde e como tarde, jogo videojogos e vejo séries de televisão. Quando o wi-fi não funciona, saio para o jardim com o cão ou começo a cozinhar. Por ser um vírus ainda desconhecido em muitos aspetos, não sabemos se não haverá possíveis sequelas", concluiu Filippo Ganna.

Por André Antunes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.