Froome atacou a 80 km da meta e é o novo líder do Giro

Etapa magistral do britânico

Chris Froome é o novo camisola rosa da Volta a Itália, depois de ter ganho a penúltima etapa. O britânico realizou uma etapa espectacular, a mais fenomeanal mesmo da sua carreira, ao atacar a cerca de 80 quilómetros da meta. Nesta altura o então líder, o compatriota Simon Yates, já tinha estava atrasado, pelo que a preocupação de Froome passou a ser sobretudo o holandês Tom Dumoulin, o segundo da geral.

Com o passar dos quilómetros, a vantagem do ciclista da Sky foi aumentando, para anular de vez os 2.54 minutos que tinha de atraso para Dumoulin quando faltavam sensivelmente 20 para o final. Na meta, na contagem de montanha de primeira categoria, em Bardonecchia, Chris Froome ganhou com 3.21 minutos de avanço para o ainda campeão da prova.

O britânico deu pois um grande passo para vencer o Giro pela primeira vez, mas ainda falta mais uma etapa de montanha, sábado. Parte com 40 segundos de vantagem para Dumoulin.

Já o português José Gonaçlves (Katusha) foi 19.º na etapa, a quase 15 minutos de Froome, mas ainda assim subiu duas posições na geral, para ficar à porta do top 15 (é 16.º).


Por Ana Paula Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.