Froome: «Tenho um longo caminho pela frente mas a recuperação começa agora»

Violenta queda provocou múltiplas fraturas ao ciclista britânico

O ciclista britânico Christopher Froome disse este sábado que já está concentrado na recuperação, três dias depois de sofrer uma violenta queda que lhe provocou múltiplas fraturas e o afastou da próxima edição da Volta a França.

"Embora isto seja um contratempo, e dos grandes, já estou concentrado no futuro. Tenho um longo caminho pela frente até à recuperação, mas a recuperação começa agora e estou completamente concentrado em regressar ao meu melhor", afirmou o corredor da INEOS, citado num comunicado da equipa britânica.

Quatro vezes vencedor da Volta a França, Chris Froome caiu na quarta-feira, durante o reconhecimento do contrarrelógio do Critério do Dauphiné, em Roanne, França, e sofreu fraturas do fémur e do cotovelo direitos, bem como em algumas costelas, tendo sido submetido a uma longa intervenção cirúrgica no Hospital Universitário de Saint-Etienne.

Também com fraturas no externo e numa vértebra cervical sem necessidade de intervenção, Froome deverá permanecer internado cerca de seis semanas, e estima-se que a sua recuperação total leve seis meses.

O britânico, que fazia o reconhecimento do percurso na companhia do colega Wout Poels, embateu numa parede a 55 km/hora, quando fazia uma descida muito técnica, num momento em que tirou uma mão do guiador para limpar o nariz e perdeu o controlo da bicicleta devido a uma rajada de vento.

O aviso a Froome que soou a premonição antes da queda: «Não tens de correr riscos...»

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.