Futuro de Miguel Ángel López decide-se em 10 dias: colombiano deve sair da Movistar

'Marca' adianta que possibilidade é forte. 'Gazzetta' adianta que a Astana pode ser o futuro

A carregar o vídeo ...
As imagens do insólito abandono de Miguel Ángel López na penúltima etapa da Vuelta
A Vuelta'2021 acabou no domingo, já passaram vários dias, mas ainda há feridas abertas por conta daquilo que sucedeu nas três semanas da derradeira grande volta da temporada. A maior delas foi aberta na penúltima etapa, no sábado, quando o colombiano Miguel Ángel López fez 'birra' devido a uma decisão da Movistar e decidiu abandonar a prova, quando ainda tinha chances de lutar pelo pódio final - ou pelo menos pelo top-5.

A situação deu naturalmente muito que falar e agora a grande questão é saber qual o futuro do colombiano, que para todos os efeitos tem contrato com a Movistar por mais duas épocas - renovado curiosamente antes da Vuelta da polémica. Segundo escreve a 'Marca', a ideia da equipa espanhola passa por resolver a questão nos próximos dez dias e o cenário mais provável é mesmo a saída do colombiano. Caso a opção seja mesmo esta, o jornal espanhol explica que o plano passa por alcançar um mútuo acordo e não um despedimento.

E mesmo ainda sem estar confirmada a saída, de Itália chegam informações de que o próximo passo do 'Super Man', como é conhecido, será um regresso à Astana, a equipa que representou entre 2015 e 2020.
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas