Nelson Oliveira à porta do top-10

Contrarrelogista português termina em 11.º no Mundial, ganho pelo italiano Filippo Ganna

• Foto: Direitos Reservados

O contrarrelogista Nelson Oliveira falhou ontem o quinto top 10 em Mundiais, embora até fizesse na segunda metade do percurso, em Ímola (31,7 km), melhor tempo do que o italiano Filippo Ganna, novo campeão. O belga Wout van Aert ganhou a prata (a 26 s.) e o suíço Stefan Kung o bronze (a 29), enquanto Nelson Oliveira foi 11º (a 1.15 m.), com mais 99 centésimos do que o holandês Tom Dumoulin (10º). O campeão nacional Ivo Oliveira foi 34º (a 3.23), com o percalço de lhe saltar a corrente da bicicleta.

"Esperava mais. Mas, num percurso que em nada me favorecia, fiquei perto do top 10", disse Nelson Oliveira, considerando que é "normal" haver desgaste após o Tour. Para Nelson Oliveira, a vitória de Ganna não surpreendeu: "O crono foi desenhado para ele ganhar."

Já o selecionador, José Poeira, analisou a participação lusa: "O Nelson não começou com o ritmo que lhe conhecemos. os primeiros quilómetros foram responsáveis por o resultado não ser melhor. Na fase final andou muito bem, mas o crono era curto". Em relação a Ivo Oliveira disse que "a prova não foi perfeita, mas bem conseguida, pois foi a estreia num Mundial de elite".

A dupla de hoje volta a entrar em cena amanhã, na prova de fundo, ainda com Rui Costa (campeão em 2013) e Ruben Guerreiro.

Por Alexandre Reis
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.