Nocentini: «Estou em boas condições para a Volta ao Algarve»

Italiano do Sporting-Tavira otimista

• Foto: Fernando Ferreira

O ciclista italiano Rinaldo Nocentini, 'chefe-de-fila' do Sporting-Tavira, disse esta quinta-feira estar bem fisicamente para iniciar a Volta ao Algarve, que será a primeira prova de uma temporada em que a Volta a Portugal "é o principal objetivo".

Nocentini falou aos jornalistas em Cabanas, freguesia do concelho de Tavira, onde a equipa iniciou esta quinta-feira a preparação para a Volta ao Algarve e disse ter trabalhado bem, depois de também se ter preparado em Itália para iniciar a temporada em boas condições.

"Trabalhei muito e penso que para a Volta ao Algarve estou já numa boa condição. É uma pequena equipa, mas estou muito bem e espero já na Volta ao Algarve dar satisfação ao Sporting-Tavira", afirmou o italiano, comentando também como se sente ao representar a equipa portuguesa.

Rinaldo Nocentini considerou que a equipa "tem muitos jovens, tem corredores com experiência que já competiram em Portugal, e é importante ter estes corredores para ter uma equipa competitiva".

"A equipa deu-me confiança, esta é uma nova aventura e espero dar vitórias, transmitir experiência aos jovens e estou muito feliz de estar aqui", acrescentou.

Sobre a subida ao Malhão, tradicional na Volta ao Algarve e que hoje Nocentini fez pela primeira vez no treino, o italiano afirmou ser "muito dura", embora "não seja longa", e frisou que os "últimos quilómetros são muito exigentes" devido à inclinação do terreno.

Questionado sobre o seu estado de forma, Rinaldo Nocentini respondeu que não irá estar a 100%, "mas a 80/90%", recordou que "há corredores que já fizeram provas", mas sublinhou que, normalmente, no início da temporada, costuma estar "em boa condição" e espera que "este ano também seja assim".

"É o objetivo mais importante da temporada para a equipa, mas agora vou pensar na Volta ao Algarve, vamos fazer prova a prova e mais à frente pensaremos na Volta a Portugal", disse ainda o italiano, quando foi questionado sobre a principal prova do calendário português.

David Livramento foi o outro ciclista que hoje falou com os jornalistas e disse que "o símbolo do Sporting é mais uma pressão", mas é levado "com alegria" e os corredores esperam "retribuir o carinho demonstrado pelas pessoas".

"Estamos todos contentes e com vontade de começar as corridas. A equipa deu um salto muito grande, nota-se na logística e nas condições, e esperamos que consigamos fazer bons resultados no futuro e subir de nível", afirmou Livramento, referindo-se ao que mudou com a entrada do Sporting na equipa de Tavira.

Sobre o trabalho que tem pela frente, David Livramento espera "fazer o máximo de trabalho para equipa e levar sempre o líder o mais possível à frente e deixá-lo, se possível, com a vitória", particularmente na Volta a Portugal, que disse ser a prova em que "todas as equipas se focam".

"Qualquer corrida é importante, nomeadamente a Volta ao Algarve, que tem um nível muito elevado, mas claro que todas as equipas se focam na Volta a Portugal, a qual todos querem ganhar e aparecer e nós não somos exceção, vamos estar sempre focados com esse objetivo, alinhar e tentar vencer a Volta a Portugal de 2016", afirmou.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.