Paris-Nice: Hivert surpreende, Luis Leon Sanchez é o novo líder

Tiago Machado chegou inserido no pelotão, na 69ª posição

• Foto: EPA

A terceira etapa do Paris-Nice teve um vencedor surpresa, com Jonathan Hivert, da Direct-Energie, a ser o mais forte e a conquistar uma das vitórias mais importantes da carreira.

O final não se adivinhava nada fácil com a subida até Charbonnières a cerca de 20 quilómetros da meta. Foi aí que Julien Alaphillipe (Quick-Step Floors) atacou e destruiu o pelotão, colocando em dificuldades os homens mais rápidos do grupo.

O francês foi alcançado a cerca de 18km do final e foi aí que se lançaram para a frente Luis Leon Sanchez, Rémy di Grégorio e Jonathan Hivert, com o último a ser o mais forte no sprint final. No pelotão, que chegou 38 segundos depois, Arnaud Démare foi o mais rápido, mas não chegou para manter a camisola amarela, que está agora no corpo de Luis Leon Sanchez.

Tiago Machado foi 69ª, chegou inserido inserido no pelotão com um atraso de 38 segundos sobre o vencedor. Amanhã mais uma etapa importante para a geral, com o contra-relógio individual.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.