Rui Costa viu de perto obra de arte de Evenepoel

O prodígio da Deceuninck-Quick-Step, de 20 anos, arrecadou mais uma vitória – a oitava desta temporada

Vitória dedicada a Jakobsen
Vitória dedicada a Jakobsen • Foto: EPA

Já não há palavras para descrever Remco Evenepoel. O prodígio da Deceuninck-Quick-Step, de 20 anos, arrecadou mais uma vitória – a oitava desta temporada – e que triunfo este! O belga arrancou a 51 quilómetros da meta e partiu completamente o grupo dos favoritos onde seguia Rui Costa (UAE). Mas, visto que ainda havia muita montanha pela frente, todos acharam que este, mais tarde ou mais cedo, iria ser alcançado... mas estamos a falar de Remco Evenepoel. O vencedor da Volta ao Algarve fez um autêntico contrarrelógio até ao final da etapa e chegou isolado, mostrando o dorsal 75 de Fabio Jakobsen, vítima de queda na primeira etapa.

Quem mais se aproximou de Evenepoel – que é o novo líder – foi Jakob Fuglsang (Astana), que chegou quase dois minutos depois. Rui Costa foi 12º ( a 3.09 m) e caiu a 10º na classificação geral, estando agora a 3.19 m. Já Ivo Oliveira (UAE) foi 94º (a 22.05 m) e o irmão Rui fechou no 113º posto (a 25.17 m).

Por Rafael Soares
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.