Sky impõe curiosa proibição a Chris Froome e Geraint Thomas

Modelo instituído por David Brailsford proíbe que atletas se cumprimentem para evitar possíveis contágios

• Foto: Reuters

Há proibições e proibições e aquela que a Sky impôs aos seus ciclistas é, no mínimo, curiosa. Chris Froome e Geraint Thomas não podem apertar as mãos por ordem da equipa gerida por David Brailsford, noticia o portal 'Diario del Triatlón'. A decisão de Brailsford prende-se com a necessidade de evitar possíveis contágios de germes - em vez disso, os ciclistas apenas chocam os punhos.

A política rígida de Brailsford não é novidade e remonta a 2002, quando instituiu o conceito que denomina como 'política dos ganhos marginais'. Esta teoria aborda os pequenos detalhes do quotidiano desportivo como forma de ganhar pequenas vantagens em relação à restante competição. Detalhes como a aerodinâmica da bicicleta ou dos tecidos vestidos pelos ciclistas (para aumentar a velocidade), a preocupação com a limpeza (para reduzir o risco de doenças e do seu contágio), a alimentação dos atletas (tendo em conta o género de etapa que vão enfrentar) e a fomentação de um período de descanso o mais tranquilo possível (para uma recuperação mais eficaz) são alguns exemplos desta política.

Certo é que o modelo de Brailsford tem dado resultados: desde que o técnico assumiu a equipa Sky, em 2010, venceu quatro Tours de França (2012, 2013, 2015, 2016), prova rainha do ciclismo mundial.

Esta explicação vem colocar água na fervura nas suspeitas do mau estar existente entre Chris Froome e Geraint Thomas, uma vez que Thomas tornou público no ano passado, numa entrevista ao 'The Guardian', que sente que não é tão bem tratado como Froome.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.