Tinkov diz que "Contador vai parecer um pato tonto em 2017" e Armstrong... concorda

Dono da Tinkoff-Saxo arrasa ciclista espanhol

Aos 33 anos, há quem pense que Alberto Contador deveria encostar a bicicleta e deixar de vez o ciclismo. É o caso do polémico Oleg Tinkov, milionário russo que este ano vai terminar a sua ligação à Tinkoff-Saxo, precisamente a equipa do ciclista espanhol. Contudo, para lá dessa opinião, Tinkov decidiu ir mais longe.

"Para ser honesto, tenho uma má relação com ele. Respeito-o como corredor, mas como pessoa nunca me atraiu, nem a mim nem aos seus companheiros. Acabou por ter uma má relação com todos, menos com o seu grupito espanhol. Vai criar um mau ambiente na Trek; já o fez connosco e vai fazê-lo lá também. Comigo não teve sorte, porque tenho mais truques na manga do que ninguém, mas que tenham cuidado", atirou o polémico dono da equipa russa, no seu blogue.

Tinkov prosseguiu e falou então da carreira do espanhol e daquilo que será em 2017. "Pessoalmente acho que o Alberto devia parar de correr, porque já não é forte. Deixei de deter a equipa na altura certa, no topo. Ele foi um grande campeão e devia parar agora. Vai parecer um pato tonto em 2017. Vai parecer estúpido. Na Vuelta ficou atrás de quatro ou cinco ciclistas; no próximo ano serão vinte! Não creio que possa voltar a ganhar de novo uma Grande Volta. Devia esquecer isso e abandonar", admitiu.

Lance Armstrong juntou-se à festa

Para ajudar a tudo isto, quem também veio a público concordar com Oleg Tinkov foi o norte-americano Lance Armstrong, antigo ciclista que foi colega de equipa de Contador em 2010 e com o qual sempre teve uma relação pouco amigável. Através do Twitter, e reagindo diretamente às declarações de Tinkov, Lance foi claro. "Ele pode ser maluco, mas não está errado...", escreveu o norte-americano, agora com 45 anos.


Por Fábio Lima
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas