Título de Evenepoel dedicado a Lambrecht

Compatriota e amigo que morreu na sequência de uma queda fatal

• Foto: EPA

Recmo Evenepoel, o menino-prodígio do ciclismo mundial, só sabe... ganhar. Menos de uma semana depois de se tornar no ciclista mais jovem de sempre a conquistar a Clássica de San Sebastián, o jovem belga de apenas 19 anos arrebatou ontem o título europeu de contrarrelógio, em Alkmaar, na Holanda.

O miúdo, que chegou a ser internacional belga de futebol em sub-15 e a correr uma meia-maratona em 1h20, já havia vencido os títulos mundiais e europeus de juniores em 2018, tanto em contrarrelógio como em estrada. Mas este foi especial, já que decidiu dedicá-lo a Bjorg Lambrecht, o seu compatriota e amigo que morreu na sequência de uma queda fatal durante a Volta a Polónia, na passada segunda-feira.
"Disse a todas as pessoas da equipa belga que ia ganhar estas estrelas [da camisola de campeão europeu] para oferecer à estrela que está lá em cima a olhar por nós", disparou o miúdo, entre lágrimas.
Entre os portugueses, André Carvalho terminou o contrarrelógio de sub-23 em 39º, três posições acima de Jorge Magalhães.

Na elite feminina, Daniela Reis, cinco vezes campeã nacional de contrarrelógio, não foi além do 31º e último lugar, ao gastar mais 5.05 minutos do que a vencedora, a holandesa Ellen van Dijk, campeã do Mundo na especialidade em 2013. 

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.