Gustavo Veloso: «Esta amarela já ninguém nos tira»

Ciclista da W52-FC Porto feliz por ter conseguido vencer prólogo

Gustavo Veloso não escondeu a satisfação de este domingo ter vencido o prólogo e ser o primeiro líder da geral individual da Volta a Portugal.

"Mais importante do que a amarela, foi vencer o prólogo. Fiquei três vezes em segundo [na realidade, foi segundo em 2015 e em 2014, e terceiro no ano passado], muito perto do primeiro e, hoje, foi a vez de outros ficarem bem perto de mim. Penso que [a vitória] mostra que cheguei bem à Volta. Agora, é ir dia a dia", afirmou.

Quanto à idade, o ciclista da W52-FC Porto, mostra que é só um número: "Os anos passam por mim, o que acontece é que 'levo-os' bem. Os anos são um número. Eu trabalho muito, amo esta modalidade. Sou uma amostra de como aos 40 anos ainda se pode andar bem. Adoro esta modalidade, sou ciclista por vocação", afirmou.

"Mais do que a idade, o que me fez ter a ideia de que esta seria a última época foi sentir a cabeça cansada. No entanto, não queria, no meu último ano, passar mais tempo nos rolos do que na estrada. Ainda estou a ponderar, mas a balança está mais inclinada para continuar", afirmou sobre esta poder ser a sua última época. 

"Esta amarela já ninguém nos tira [à W52-FC Porto]. É importante começar bem, porque a primeira parte desta Volta é a mais importante", destacou.
Por Record com Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Volta a Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas