João Rodrigues: «Acaba por ser melhor assim»

Corredor da W52/FCP garante que prefere vestir a amarela hoje, após a Senhora da Graça

• Foto: EPA

Na Torre brilhou, no Larouco aguentou-se e em Santa Quitéria esteve à altura. Ontem, para João Rodrigues, foi dia de evitar surpresas. "Mandei a equipa acelerar para não ser surpreendido por um ataque do Jóni como no Larouco. Estive sempre de olho nele. Mandei o Edgar ir para a frente para obrigar os outros a perseguir. Deixaram ir toda a gente e o Jóni ficou a marcar-me. Chegámos juntos e fica tudo igual", refere a Record.

O objetivo do corredor de 24 anos da W52/FC Porto é vestir a amarela, mas, analisando mais friamente, considerou positivo não o ter feito ontem. "Acaba por ser melhor assim. Ao ter a amarela, a equipa teria de assumir e assim amanhã não temos de assumir nada, eles é que estão na frente", sublinha, garantido que os azuis e brancos vão mexer na Senhora da Graça: "Podem esperar ataques. Não é só o Jóni que gosta de atacar, eu também gosto!"

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Volta a Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.