Record

Joni Brandão: «Seria mau o Sporting romper o contrato»

Acredita que a nova direção dos leões vai ter interesse em manter o ciclismo

• Foto: LUSA

A W52-FC Porto está de pedra e cal na estrada, pelo menos por mais dois anos, mas quanto ao Sporting-Tavira a crise diretiva dos leões não deixa de preocupar atletas e dirigentes quanto ao futuro. Joni Brandão, maior rival de Raúl Alarcón e melhor português na geral, acredita que a nova direção dos leões a ser eleita vai manter o interesse no ciclismo.

"Existe mais um ano de acordo entre as partes e seria muito mau se o Sporting rompesse o contrato com o Tavira. Espero que nada possa afetar a modalidade, pois o ciclismo é excelente para um clube com a dimensão do Sporting. Eu ainda não tenho contrato, mas espero que queiram ficar comigo. Sempre me deram boas condições para trabalhar."

Quanto à Volta a Portugal, fazer pela segunda vez o 2º lugar na geral soube a pouco a Joni Brandão: "Vim para ganhar, não para ser 2º ou o melhor português, pelo que vou continuar a trabalhar para ser o melhor. Resta-me agradecer à equipa, incansáveis desde a 1ª etapa quando esperaram por mim depois da minha queda."

Já Ernesto Pereira, responsável do Sporting para o ciclismo, fez um balanço positivo: "O projeto evoluiu, lutámos pela classificação geral e coletiva até à última etapa, mas temos pena de não o ter conseguido. Cumprimos o objetivo de estar na Volta e em setembro voltaremos a conversar..."

Por Alexandre Reis
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Volta a Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

M