Arranque dos CNU’s 2019 levou centenas de participantes às ruas de Guimarães

Largo da Oliveira encheu para a abertura oficial

As fases finais dos Campeonatos Nacionais Universitários (CNU’s) 2019 arrancaram domingo, em Guimarães, com o Campeonato Nacional Universitário de Atletismo de Estrada e a “Corrida Guimarães, Cidade Universitária”. O dia ficou ainda marcado pela abertura oficial dos CNU’s Guimarães 2019, cerimónia decorrida no Largo da Oliveira, à qual se juntaram, para além dos participantes, centenas de pessoas que não quiseram perder a abertura do maior evento do desporto nacional universitário que fará da cidade berço a capital do desporto universitário durante as próximas duas semanas.

O tiro de partida foi dado pelo Pró-reitor da Universidade do Minho, Paulo Cruz, com a saída a acontecer no interior do Campus de Azurém, pelas 16 horas, que levou os participantes pelos 10km do percurso da corrida e chegada junto à Praça da Mumadona. A cerimónia protocolar de entrega e de abertura dos CNU’s teve início pelas 18 horas, no Largo da Oliveira, que contou com as presenças e intervenções do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, do administrador dos SASUM, António Paisana, do Presidente da AAUM e Comissão Organizadora local, Nuno Reis, do Reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, do Diretor da Direção Regional do Norte do Instituto Português do Desporto e Juventude, Vítor Dias, dopPresidente da FADU, Daniel Monteiro, e do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo. A cerimónia abriu com o hino Nacional, durante o qual foi hasteada a bandeira nacional e da FADU.

De imediato procedeu-se à entrega dos prémios da “Corrida Guimarães, Cidade Universitária”, com Ricardo Sampaio, do U.D. Várzea, com o tempo de 00:39:06, a garantir o primeiro lugar do pódio na categoria de juniores masculinos. Na vertente seniores femininos, Ângela Freitas, chegou na primeira posição com o tempo de 00:53:25, seguida de Céu Macedo, com o tempo de 00:53:59, tendo a terceira posição sido conseguida por Carla Sampaio, do “Os Guardiões”, com o tempo de 00:58:27. 

Em masculinos, Tiago Pinto (AEISMAI) foi primeiro com o tempo de 00:36:46, seguido de Pedro Freitas com o tempo de 00:37:47, com a terceira posição a ser conseguida por Eduardo Oliveira (Universidade do Minho) com o tempo de 00:43:26. No setor de Veteranos 40 feminino, Emília Araújo venceu com o tempo de 00:58:27, seguida de Sandra Ribeiro (Tt) que fez o tempo de 01:02:30. Em Veteranos 40 masculino, Delfim Conceição (Acd São João da Serra) chegou na primeira posição com o tempo de 00:40:48, em segundo lugar ficou Sílvio Guimarães (Run4Two) com o tempo de 00:48:13 e em terceiro classificou-se José Novais com o tempo de 00:50:27.

No setor de Veteranos 50 masculino, Domingos Alves (Tt) venceu com o tempo de 00:51:16 e Carlos Silva (ArcoRun) ficou na segunda posição, com o tempo de 01:01:27. Relativamente ao Campeonato Nacional Universitário de Atletismo de Estrada, no feminino, Mónica Silva (AAUBI) venceu a prova, Laura Regalado (UPorto) ficou na segunda posição e Sara Duarte
(AEESEnfP) subiu ao terceiro lugar do pódio. No masculino, Filipe Fraqueiro (AAUBI) foi o grande vencedor, Paulo Fontão (AEISMAI) chegou na segunda posição e Jorge Aido (UPorto) foi terceiro classificado.

No coletivo, a AAUM classificou-se em terceiro, a AAUBI foi segunda e a UPorto foi a campeã deste CNU. Durante as intervenções, Nuno Reis lembrou que os CNU’s são a “grande festa do desporto nacional universitário”, destacando esta edição de 2019 como o “campeonato da sustentabilidade”. Lembrando que o evento envolverá cerca de 1800 atletas e mais de 200 voluntários, um campeonato que espera que seja marcado pelo “fair play e espírito académico”.

Como anfitrião, Domingos Bragançaassumiu Guimarães como uma “cidade universitária”, a qual, segundo este, pretende ser cada vez mais robusta e cada vez mais direcionada para o desporto e defensora das causas ambientais. Afirmou ainda, que podem contar com Guimarães para apoiar o desporto universitário, para apoiar a sustentabilidade, na defesa do património natural. O presidente, deixou ainda o desejo de que estas sejam umas excelentes “jornadas desportivas”. Rui Vieira de Castro deu as boas-vindas a todos os participantes, afirmando que "é uma grande honra receber estes CNU’s” um evento que está em linha com os princípios que orientam a atividade da Universidade”, realçando que o desporto é visto na Uiversidade do Minho como “vertente essencial de educação superior”.

Daniel Monteiro agradeceu a todos o apoio e partilha de recursos, desejando esta seja "uma experiência inesquecível", que façam do evento uma festa e que com os valores do desporto possam atingir os objetivos.

João Paulo Rebelo assumiu, na sua intervenção, o desporto como "essencial para o desenvolvimento nacional". Realçando que a UMinho é uma das universidades que mais apoia o desporto universitário, afirmando-o como "essencial no desenvolvimento dos estudantes" e no desenvolvimento "económico e social do país".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Desporto Universitário

Notícias

Notícias Mais Vistas