UFC: Cole Miller prefere trabalhar no Starbucks

Revoltado com anulação de evento

Cole Miller é o exemplo acabado de que mesmo numa empresa de sucesso como o UFC, há sempre vozes dissonantes e quem se queixe do que se vai passando nos bastidores.

O lutador concedeu uma entrevista à imprensa norte-americana e foi direto ao assunto, lamentando a forma como a direção da organização trata alguns lutadores e também pelas dificuldades crescentes que todos têm de enfrentar. A gota de água foi a anulação do UFC Pasay, onde deveria ter competido.

"É uma treta. Tive um campo de treino completo de nove semanas. Estive longe da família e o meu evento foi anulado? Estava a caminho do aeroporto e um tornado impediu a viagem de avião. Transferi o voo, fiz montes de quilómetros de carro para apanhar outro avião e depois de tudo isto o evento é cancelado. E fiquei com menos de um terço do que devia ganhar. 500 dólares depois de estar longe da família 9 semanas?", revelou.

"Tenha cada vez menos vontade de lutar. Só me apetece deixar tudo e arranjar trabalho no Starbucks", rematou.

Um grito de revolta de um lutador cada vez mais insatisfeito com o que se passa no UFC.

Por João Seixas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Desportos de combate

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0