McGregor supera Díaz e garante: «O rei está de volta»

Irlandês bateu norte-americano e aponta a um terceiro combate

O combate mais esperado dos últimos tempos no UFC, entre Conor McGregor e Nate Díaz, não desiludiu. Emoção, reviravoltas de domínio, golpes fantásticos e vitória para 'The Notorious', que após a luta deixou desde logo uma garantia no octógono: "O Rei está de volta."

Assim foi o combate de McGregor e Nate Díaz
"Eu não estou surpreso, filhos da p***. O Rei está de volta! Mais uma vez trouxe a classe, a diferença e consegui a vitória. Dei o melhor de mim! Vou ser campeão peso-leve e estou disposto a fazer uma terceira luta contra ele", atirou o irlandês, que venceu por decisão unânime do júri. Contudo, para este reencontro ter lugar, McGregor fez uma exigência: "Está 1-1, vamos fazê-lo de novo. Mas se queres o terceiro combate, tem de ser nos meus termos. Desce aos 70 kg e vamos a isso".

E por que razão quer McGregor descer de categoria? A resposta é... peculiar. "Quero os meus abdominais de volta. Não tenho o 'six pack' com este peso. Quero estar bem nas fotos e agora tenho esta barriguinha. Quero descer de peso. Sou o campeão peso-pena e gostaria de enfrentá-lo no peso-leve", explicou o irlandês, que, de resto, admitiu até ter-se assustado com a forma do oponente.

"Tentei lutar nesse peso antes, mas dessa eu tinha que vir aqui e vencer nestes termos. O Diaz estava ainda maior do que na última vez. Cresceu muito nos últimos meses. Quando o vi, pensei para mim mesmo que talvez estivesse a cometer outro erro, mas aprendi com os que cometi no passado. Acredito que, se nos enfrentarmos de novo, vai ser nos leves, talvez pelo cinturão, quem sabe o que acontecerá".

A finalizar, McGregor deixou elogios à raça do seu rival. "Estava com o rosto todo aberto e ainda vinha buscar a luta. Temos de o respeitar e esse estilo que ele traz ao octógono", admitiu.

Nate Díaz só volta... por McGregor

Veja como McGregor deixou a cara de Nate Díaz
Irritado com a decisão dos juízes, Nate Díaz deixou claro que só voltará a combater se lhe derem a chance de se vingar do irlandês. "Pensei que tinha ganho... Mas não pode dar a vitória a um c... como eu, sou demasiado verdadeiro para isto! Quero a luta número 3. Dei-lhe a segunda, agora vamos lá de novo. Bom trabalho hoje por parte do Conor, mas vamos para uma terceira luta, de certeza. Até lá, não volto a lutar", assegurou.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Desportos de combate

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0