Pugilista fugiu de Inglaterra e viajou de carro até Portugal para treinar

Dillian Whyte assume que conduziu durante 40 horas

Inglaterra é um casos mais recentes onde foi imposta a quarentena obrigatória devido à pandemia de coronavírus mas isso não impediu o pugilista Dillian Whyte de fugir de carro e rumar a Portugal para... poder treinar. 

"Eu tive que conduzir durante 40 horas sem parar da minha casa diretamente para cá [Portugal]. Viajei de carro porque trouxe os meus cães comigo e não queria voar", assumiu o próprio atleta britânico durante um direto no Instagram com o também pugilista Derek Chisora.

Indiferente à pandemia, Whyte garante que "tudo continua e é preciso continuar a treinar" para preparar o próximo combate - agendado para 2 de maio, em Manchester, frente ao russo Alexander Povetkin -,  justificando que em Portugal o cenário "está calmo".

"Há comida nas prateleiras dos supermercados e tenho tudo o que preciso. É muito importante mostrar às pessoas que é importante treinar, seguir a vida da melhor maneira possível neste tipo de situações, porque é fácil entrar em pânico e desligar. Estou apenas a tentar mostrar o máximo de positividade possível", sustentou o pugilista.



Por André Antunes Pereira
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Desportos de combate

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.