Nirmal Purga faz história ao conquistar o K2 em pleno inverno

Foi o 14.º topo acima dos 8000 metros que o nepalês atingiu em sete meses

Até agora, todos os que se desafiaram a subir ao topo do K2, a segunda montanha mais alta do Mundo, fizeram-no com temperaturas amenas, entre julho e agosto. Até ao passado sábado. Indiferente às condições adversas, o já lendário Nirmal Purga decidiu desafiar-se e tentar aquilo que muitos consideravam impossível e conseguiu mesmo atingir o topo daquela que é vista como a mais difícil montanha do planeta. Tudo isto sem o recurso a oxigénio adicional.

"Que jornada incrível. Sinto-me honrado por dizer que, enquanto equipa, fomos capazes de superar o magnífico K2 em condições extremas de inverno. Conseguimos tornar o impossível em algo possível e estamos honrado por partilhar este momento, não só com a comunidade de alpinistas do Nepal, mas também todo o Mundo", declarou Purga, de 37 anos, que atingiu o topo do K2 acompanhado de uma equipa formada por outros nove alpinistas.

Situado a 8611 metros acima do nível do mar - cerca de 200 metros a menos do que o Evereste -, o K2 está localizado na fronteira entre a China e o Paquistão e foi mais uma passagem na incrível caminhada (a 'trepar') do antigo militar dos Gurkha, a famosa divisão de operações especiais do exército do Reino Unido. É que, no espaço de apenas sete meses, o atleta apoiado pela Red Bull conseguiu escalar os 14 picos mais altos do planeta, todos acima da fasquia dos 8000 metros de altitude, batendo de forma brutal um recorde que estava fixado em sete anos.

Por Record
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Desportos Radicais

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.