AMA recolheu 11.000 amostras para análises de doping em julho

Aumento da atividade antidopagem apesar da situação de pandemia de covid-19

A Agência Mundial Antidopagem (AMA) anunciou esta sexta-feira que no mês de julho recolheu 11.000 amostras para análise, o que indica um aumento da atividade antidopagem, apesar da situação de pandemia de covid-19.

O organismo levantou as restrições em alguns países, permitindo a que sejam retomados os programas de controlo antidoping e anunciou a criação de um grupo para retirar ensinamentos da crise sanitária provocada pela pandemia.

O Comité Executivo da AMA reunirá em 14 e 15 de setembro para aprovar as acreditações dos laboratórios e a lista de substâncias e métodos proibidos.

O organismo vai analisar a questão colocada por alguns governos sobre a possibilidade de modificar a sua norma e sancionar países que não cumpram a convenção da UNESCO contra o doping, depois de ameaça dos Estados Unidos retirarem o seu apoio à AMA devido ao caso de doping russo.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.