Bodyboard: Hugo Pinheiro traça metas para o Caparica Primavera Surf Fest

Diz que o objetivo é chegar ao pódio

• Foto: Science Bodyboards Portugal

É ali, no seu jardim, que Hugo Pinheiro promete lutar para vencer mais uma etapa do circuito nacional de bodyboard, que decorre nos próximos dias 19 e 20 de março, na Praia do Paraíso. "Vai ser uma prova difícil! Obviamente que o meu objetivo é chegar ao pódio e sei que tenho grandes adversários à minha frente. Mas vou tentar vencer porque é aqui, em frente à minha casa, quero tirar partido disso. Vou estudar o mar com antecedência", começa por dizer Hugo Pinheiro.

Pela frente, como diz, tem atletas como o já sete vezes campeão nacional, oriundo do Porto, Manuel Centeno, ou o jovem de Peniche e atual vice-campeão nacional Daniel Fonseca.

Ainda assim, o atleta de 35 anos admite que gosta de ser "cuidadoso" com as expectativas criadas. "O que ambiciono é sempre ganhar. Mas sei que este vai ser um campeonato mais uma vez superdifícil e disputado. Vai ter, de certeza, mais atletas do que no ano passado. A divulgação tem sido maior e o circuito no ano passado foi bastante consistente. Isso vai trazer mais atletas à prova", diz o Hugo, que no ano passado também levou a vitória na etapa do circuito que decorreu aquando do Caparica Primavera Surf Fest.

A Costa da Caparica acolhe assim, durante a terceira edição deste evento, a segunda etapa do Nacional de bodyboard. A primeira decorre já este fim de semana na Figueira da Foz. Mas Hugo Pinheiro admite a importância destas primeiras provas: "Os primeiros resultados são muito importantes para o resto do ano. Por isso é preciso ter cautela e competir com a maior garra, porque são campeonatos que podem dar logo uma boa vantagem para o resto ano." Mas será que o facto de partir para estas provas com o título de campeão nacional lhe traz alguma pressão? "Sinceramente nem penso muito nisso, de ser o atual campeão. Tudo bem, como é o começo de época, isso ainda está um bocado em mente, mas daqui para a frente a época é outra. E o que aconteceu o ano passado já era. Agora é lutar novamente", diz ainda.

Para este ano, além de revalidar o título e competir nas provas do Europeu e Mundial, principalmente as que vão decorrer em Portugal, Hugo confessa que quer continuar a "explorar as ondas" da sua região, com o projeto Mar da Calha, sobre a onda que se forma junto ao Bugio, onde Hugo levou vários atletas com o fim de gravar um documentário. "Vou continuar a trabalhar no Mar da Calha, como tenho feito nos últimos dois anos. Estamos a fazer um novo vídeo, desta vez com mais surfistas e bodyboarders", conclui.

Por Patrícia Tadeia
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas