Comité Olímpico espera uma centena de portugueses nos Jogos Europeus de Minsk

Apesar de uma redução no programa desportivo

O Comité Olímpico de Portugal (COP) disse hoje esperar uma participação na ordem da centena de atletas na segunda edição dos Jogos Europeus, em junho, em Minsk, apesar de uma redução no programa desportivo.

"Temos na calha a possibilidade de qualificar novamente cerca de uma centena de atletas, ainda que o programa desportivo e o número de atletas total do evento tenham sido reduzidos, comparado com a primeira edição", disse hoje o chefe de missão, Marco Alves.

O dirigente, que também será chefe de missão nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, reiterou existir a expectativa de "tentar chegar próximo [em número de atletas]" da delegação que esteve em Baku, em 2015.

"Esperamos ter, em 21 de junho de 2019, a possibilidade de ter estes atletas a desfilar (...), e termos então a possibilidade de a bandeira ser representada novamente por estes cerca de 100 atletas em Minsk2019", reiterou.

Em declarações ao canal do COP, Marco Alves admitiu que os primeiros Jogos elevaram a exigência, numa edição em que a delegação portuguesa conquistou dez medalhas, três das quais de ouro.

"A primeira edição trouxe uma expectativa acrescida para a próxima participação, pelo facto de termos conquistado dez medalhas", começou por assinalar o responsável, explicando que isso elevou a atenção em relação a Baku.

Para a próxima edição dos Jogos Europeus, que decorrerá de 21 a 30 de junho, o chefe de missão ambiciona não só as medalhas, mas, sobretudo, que as melhores prestações de cada um dos atletas presentes possam trazer novo entusiasmo às pessoas.

Em 2015, Portugal conquistou 10 medalhas, terminando no 18.º lugar do quadro geral, entre 50 países participantes.

Telma Monteiro (judo), João Geraldo, Marcos Freitas e Tiago Apolónia (ténis de mesa) e Rui Bragança (taekwondo) conquistaram medalhas de ouro, e João Silva (triatlo), Fernando Pimenta (canoagem, duas) e João Costa (tiro) de prata.

A delegação portuguesa saiu ainda de Baku com as medalhas de bronze de Júlio Ferreira (taekwondo), Ana Rente e Beatriz Martins (trampolim sincronizado feminino) e do futebol de praia (Tiago Petrony, Rui Coimbra, Tiago Batalha, Bruno Torres, Jordan Santos, Alan Cavalcanti, Madjer, José Maria, Bruno Novo, Nuno Belchior, Bê Martins e Elinton Andrade).

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas