COP e quatro federações vão apoiar congéneres moçambicanos

Protocolos foram assinados esta quarta-feira em Maputo

• Foto: COP

O apoio a atletas e a necessidades de várias federações desportivas moçambicanas são os principais objetivos dos protocolos assinados esta quarta-feira pelo Comité Olímpico de Portugal (COP) e por federações lusas com congéneres de Moçambique.

José Manuel Constantino, presidente do COP, explicou à agência Lusa que os protocolos, assinados em Maputo, respondem a solicitações feitas por federações moçambicanas e vão "materializar-se" em áreas distintas.

"Haverá um apoio ao nível das necessidades de cada federação, e também apoios a atletas moçambicanos que estudam em Portugal, a treinadores, árbitros e dirigentes", disse.

Além do COP, rubricaram os protocolos de cooperação, assinados em Maputo, as federações portuguesas de canoagem, atletismo, natação e judo.

Constantino considerou que os protocolos são importantes no plano desportivo, "porque valorizam as capacidades" das federações portuguesas, e no plano diplomático, "ao nível da presença portuguesa em África".

O presidente do COP, que se mostrou satisfeito com a coincidência de os protocolos terem sido assinados "num dia tão importante para a história portuguesa", admitiu que no futuro possam ser assinadas parcerias semelhantes com mais federações.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas