Coronavírus: Nadal e Gasol promovem campanha para arrecadar 11 milhões de euros

«Chegou a hora de obter a nossa maior vitória»

O tenista Rafael Nadal e o basquetebolista Pau Gasol iniciaram esta quinta-feira uma campanha para unir os atletas espanhóis com o objetivo de arrecadar 11 milhões de euros e ajudar 1.350.000 pessoas na luta contra a pandemia da Covid-19.

Rafael Nadal e Pau Gasol anunciaram a iniciativa através das redes sociais, nas quais expressam a sua confiança em "unir todos os desportistas espanhóis" em momentos "complicados, tristes e difíceis de explicar", como reconheceu o tenista de Maiorca.

"Sinceramente, estou em casa há alguns dias a pensar em como posso ajudar, contribuir com o meu grão de areia nesta situação que é totalmente nova para todos", explicou Nadal, que também está "a sofrer o impacto da pandemia que mudou a vida de todos".

O vencedor de 19 títulos do Grand Slam e número dois no mundo, afirma que chamou o seu "amigo Pau" para iniciar uma campanha de solidariedade.

"Ele [Pau Gasol] também pensava o mesmo e na hora de iniciar esta iniciativa. Confiamos que todo o desporto espanhol se una", referiu Rafael Nadal.

Pau Gasol, por sua vez, refere na sua mensagem que o mundo está a enfrentar "uma situação sem precedentes" e que, "em maior ou menor grau", todos estão a sofrer as consequências desta "terrível pandemia".

"Principalmente aqueles que estão na linha da frente, os profissionais de saúde, que estão lá para cuidar de pessoas que contraíram o vírus e estão totalmente sobrecarregados e, em muitos casos, sem os meios para fazê-lo", destacou Pau Gasol.

O basquetebolista refere que, juntamente com o "grande amigo Rafa Nadal", dá hoje início a uma campanha para arrecadar fundos para o projeto 'Cruz Vermelha Responde', destinado às pessoas mais afetadas pelo novo coronavírus (Covid-19).

"Queremos alcançar os 11 milhões de euros para atender mais de 1.350.000 pessoas. A minha doação e a do Rafa já está a caminho. Confio que todo o desporto espanhol participe nesta campanha, para que juntos possamos derrotar este vírus. Chegou a hora de obter a nossa maior vitória", conclui Pau Gasol.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 480 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 22.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com quase 260.000 infetados, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 7.503 mortos em 74.386 casos registados até quarta-feira.

Em Portugal, registaram-se 60 mortes e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 549 novos casos em relação a quarta-feira.

Dos infetados, 191 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram. Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Modalidades

Governo não cede

Limitações aos salários dos dirigentes das federações que dependem em 40 por cento do Estado

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.