Dirigentes da IAAF acusados de receber dinheiro para cobrir casos de doping

Após investigação do 'Le Monde' e da ARD

O filho de Lamine Diack, presidente da IAAF até 2015, está acusado de receber pagamentos de atletas russos
• Foto: Reuters

Altos responsáveis da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) são suspeitos terem prometido, a troco de quantias avultadas, "proteção total" a atletas russos dopados, revela uma investigação do 'Le Monde' e da televisão alemã ARD

Segundo o jornal francês, um dos envolvidos neste esquema de corrupção é o senegalês Para Diack Massata, filho de Lamine Diack, antigo presidente da IAAF, que prometia total proteção a atletas dopados a troco de pagamentos em dinheiro.

De acordo com a investigação do Le Monde e do canal de televisão ARD, em 2011 seis atletas russos pagaram entre 300 mil e 700 mil euros cada, para evitarem ser suspensos e falharem a presença nos Jogos Olímpicos Londres'2012.

Os seis atletas em causa, são a maratonista Liliya Shobukhova, os marchadores Vladimir Kanaykin, Valery Borchin (medalha de ouro em Pequim'2008), Olga Kaniskina (medalha de ouro em Pequim'2008 e prata em Londres'2012) e Sergey Kirdyapkin (medalha de ouro em Londres'2012) e Ioulia Zaripova, que conquistou o ouro há quatro anos na prova olímpica dos 3 mil obstáculos.

Segundo a investigação, a lista poderá englobar um total de 23 atletas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.