Governo dos Açores apoia contratação de treinadores qualificados

Executivo açoriano pretende "continuar a ajudar e a criar condições" para os clubes

António Gomes da Silva, Diretor Regional do Desporto
• Foto: Governo dos Açores

O Governo Regional dos Açores recebe a partir desta terça-feira, candidaturas a apoios de contratação de treinadores qualificados para o "reforço da posição do desporto açoriano no contexto nacional e internacional", segundo o diretor regional do desporto.

"Esta portaria abrange a possibilidade de serem apoiadas algumas das equipas dos clubes que estão a participar nas divisões de nível competitivo mais elevado, ou seja, nas primeiras divisões e também abrange os clubes que possuem atletas de alto rendimento ao seu serviço", afirmou António Gomes, em declarações à agência Lusa.

O diretor regional do desporto assumiu que o executivo açoriano pretende "continuar a ajudar e a criar condições" para que os clubes e atletas açorianos tenham à disposição "técnicos credenciados a nível nacional e internacional", promovendo bons resultados desportivos.

O responsável pela pasta do desporto nos Açores relembrou que esta medida de apoio à contratação de técnicos, renovável anualmente, também contribuiu para os resultados conseguidos nos desportos coletivos na última época.

"Basta ver os títulos nacionais que vão chegando à região, conquistámos dois títulos de campeão nacional, no voleibol (Fonte do Bastardo) e no basquetebol feminino (União Sportiva), além de Taças de Portugal de ténis de mesa (Toledos) e outras classificações muito boas para as nossas equipas", disse.

A portaria que regulamenta anualmente a concessão de apoios aos clubes desportivos açorianos, que entra esta terça-feira, em vigor, um dia depois da publicação no Jorna Oficial, prevê apoiar no máximo "três clubes com atletas integrados no estatuto do alto rendimento" e "12 equipas e ou clubes participantes em competições nacionais de nível superior ou internacionais".

O Governo Regional dos Açores vai atribuir assim "90% do valor do contrato" a clubes com atletas com estatuto do alto rendimento e desportos coletivos até ao montante máximos de 15.500 euros e aos desportos individuais com participação por equipas até 11.850 850 euros.

A portaria abrange todos os desportos coletivos que têm participação nas competições nacionais, nomeadamente, o andebol, voleibol, basquetebol, hóquei em patins, futebol, futsal e ténis de mesa bem como todos os clubes que têm atletas de alto rendimento como é o caso do ténis de mesa, judo, vela e ginástica aeróbica.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.