João Costa no Europeu sob pressão

Atirador do Sporting falhou o acesso a Tóquio’2020 na última competição de qualificação

• Foto: COP

Com presença inesperada no Europeu de Osijek (Croácia), o atirador do Sporting, João Costa, que já esteve em quatro Jogos Olímpicos, foi ontem 44º na pistola a 10 metros, falhando o acesso a Tóquio’2020 na última competição de qualificação. O falhanço do apuramento era expectável, ao contrário da sua participação, depois de ter declarado que só iria a provas internacionais se fosse vacinado contra a Covid-19. Mas o panorama mudou.

“Avisei a 30 de dezembro a Federação de Tiro que só iria lá fora se fosse vacinado. Acabei por receber uma primeira dose da vacina, através do COP, uma semana antes do agendamento pela Direção-Geral da Saúde, mas mesmo que não tivesse sido vacinado, iria ao Europeu, pois recebi um ultimato a pressionar-me para ir”, considerou João Costa, que amanhã também vai competir nas equipas mistas. Segundo fonte do Comité Olímpico de Portugal, “não houve pressão”, mas “uma chamada de atenção”, porque “estava em pleno ciclo olímpico e no Projeto Tóquio’2020”, tendo “compromissos com a Seleção”.

Se João Costa não fosse ao Europeu, poderia ser alvo de um processo, sendo obrigado a devolver o dinheiro das bolsas de preparação. “Vou continuar a carreira e se possível estarei em Paris’2024”, prometeu João Costa.

Por Alexandre Reis
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.