Lindsey Vonn representa os EUA e não Trump

Esquiadora contra o presidente

• Foto: Reuters

Lindsey Vonn é uma das desportistas mais conceituadas dos Estados Unidos, sendo também um voz ativa quando se trata de falar de Donald Trump. E como muitos dos seus compatriotas atletas, de outras modalidades, não tem gostado da forma como o presidente tem governado o país e disso deu conta quando se está a menos de dois meses dos Jogos Olímpicos de Inverno, na Coreia do Sul.

"Quero representar o povo dos Estados Unidos e não o presidente", disse a esquiadora de Minnesota, de 33 anos a uma entrevista à CNN, onde deixou, através da ironia, a sua opinião pela forma como Donald Trump tem gerido os destinos do país.

"Levo muito a sério os Jogos Olímpicos, o que significam, o que representam, o que significa caminhar com a nossa bandeira na cerimónia de abertura. Quero presentar da melhor maneira o meu país... e não creio que haja atualmente no nosso governo quem faça isso", destacou a esquiadora que soma 77 vitórias na carreira, duas delas em Jogos Olímpicos, em Vancouver’2010.

A ‘azia’ em relação a Donald Trump vai ainda mais longe, quando Lindsey Vonn disse que não irá à Casa Branca na receção que o presidente fará à equipa que vai participar nos Jogos Olímpicos de Pyeongchang’2018.

"Penso que todos os membros da equipa dos Estados Unidos foram convidados. Mas eu não irei", garantiu.

Por Ana Paula Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.