O lado desconhecido dos heróis olímpicos

Jornalista de Record desvenda histórias nunca antes contadas dos atletas nacionais

A carregar o vídeo ...
Jornalista de Record desvenda histórias nunca antes contadas dos atletas nacionais

"Um país pode considerar-se realmente desportivo quando a maior parte dos seus habitantes sente o desporto como uma necessidade pessoal." A frase é de Pierre de Coubertain, fundador dos Jogos Olímpicos da era moderna, e enquadra-se perfeitamente no espírito desportivo de Portugal.

E foi imbuído nesse espírito que o jornalista Norberto Santos escreveu o livro "Os nossos medalhados". Uma obra que conclui um feito há muito procurado pelo nosso colega de Record. "Deu um grande gozo escrever este livro, que é uma obra inédita em termos de jornalismo desportivo e de investigação", revelou, bem-disposto, na sede do Comité Olímpico, palco da apresentação do livro.

Carlos Lopes cumprimenta o autor e amigo de longa data

Tudo em família

O espaço contou com a presença de muitas figuras do desporto nacional. Uma delas, particularmente especial para Norberto Santos: Carlos Lopes. "Foi um atleta que me marcou imenso. Foi a primeira medalha de ouro e aquele que ajudou a transformar isto tudo", explicou. Por seu turno, Carlos Lopes não escondeu a alegria por fazer parte de uma obra que fazia falta. "Este livro preenche um vazio que havia até agora. Relembra os feitos que os atletas portugueses fizeram e as medalhas que conquistaram", sublinhou o antigo atleta. "Este livro tem coisas bonitas para ler e recomendo-o. Quem o ler vai ficar a conhecer as histórias de muitos campeões e perceber o que foi preciso trabalhar para atingir os objetivos", disse Carlos Lopes, um homem que tem ainda muitas histórias por contar. "Tenho imensa gente que tem episódios fabulosos comigo e histórias guardadas que apenas serão conhecidas quando eu lançar um livro", confessou. Enquanto a vez não chega, recomenda o livro de Norberto. Estará à venda em banca a partir do próximo dia 15, com o preço de 6,95€, na compra do nosso jornal.

COP elogia obra dedicada apenas às modalidades

José Manuel Constantino, presidente do Comité Olímpico, não escondeu a felicidade durante a apresentação do livro. Afinal, num país tão apaixonado pelo futebol, é sempre importante relembrar que há outros desportos ."Fico muito satisfeito por ter sido possível realizar esta obra e vê-la assinada por um homem que tem, ao longo da sua vida de jornalista, lutado pela defesa das modalidades desportivas", louvou. E em tom de brincadeira, cobiçou um desfecho. "Não escondo o profundo desejo que este livro esteja rapidamente desatualizado. Espero ver uma segunda edição com páginas dedicadas aos novos heróis. Dou os parabéns por este trabalho e estou seguro que quem o ler ficará certamente satisfeito", concluiu. Já António Magalhães mostrou orgulho no trabalho final. "É uma medalha para a carreira de um jornalista idóneo, íntegro, honesto e acima de tudo grande profissional", garantiu o diretor de Record.

Por Alexandra Beny
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.