Rali de Portugal cancelado devido ao coronavírus

Feito pedido para que se realize em maio de 2021

Rally Portugal
Rally Portugal

O Rali de Portugal, quinta prova do campeonato do mundo de ralis (WRC), foi cancelado devido à pandemia da covid-19, anunciou hoje o Automóvel Club de Portugal (ACP).A prova, que estava marcada inicialmente entre 21 e 24 de maio, já tinha sido adiada, com o ACP a explicar que ainda tentou que fosse disputada no "final de outubro", mas que tal não vai acontecer.

"Depois de avaliadas, em conjunto com os parceiros da prova, autarquias e patrocinadores, todas as condições sanitárias e de segurança que o WRC Vodafone Rali de Portugal exige, as mesmas não são compatíveis com a imprevisibilidade que vivemos, além da incerteza da abertura das fronteiras e do espaço aéreo", refere em comunicado.

O ACP salienta que "é forçado a cancelar a etapa nacional do campeonato mundial de ralis da FIA 2020", lamentando o desfecho.

"O ACP lamenta profundamente esta decisão, mas é a única que poderia assumir de forma responsável perante os milhares de adeptos, equipas, autarquias, patrocinadores e todos os envolvidos na prova, responsável em 2019 por um impacto na economia nacional superior a 142 milhões de euros", acrescenta.

Após as três provas disputadas, o francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris) lidera o Mundial, que teve também adiados os rali da Argentina e da Sardenha, em Itália, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus.

A organização anunciou ainda que já solicitou o regresso do Rali de Portugal em maio de 2021.

Com a declaração de pandemia, em 11 de março, inicialmente alguns eventos desportivos foram disputados sem público, mas, depois, começaram a ser cancelados, adiados - nomeadamente os Jogos Olímpicos Tóquio2020, o Euro2020 e a Copa América - ou suspensos, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais de todas as modalidades.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 224 mil mortos e infetou mais de 3,1 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Cerca de 890 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 973 pessoas das 24.505 confirmadas como infetadas, e há 1.470 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0