Relatório que denunciou esquema de dopagem na Rússia será publicado em dezembro

Elaborado pelo jurista canadiano Richard McLaren

• Foto: Reuters

A Agência Mundial Antidopagem anunciou na quarta-feira que irá publicar no início de dezembro a totalidade do relatório elaborado pelo jurista canadiano Richard McLaren, que denunciou um esquema organizado de doping na Rússia.

De acordo com o Relatório McLaren, Vitali Mutko, na altura ministro do desporto da Rússia e nomeado a 18 de outubro vice-primeiro-ministro, foi o principal responsável por um esquema organizado de doping no desporto russo, criado em 2001 e que abrangia 30 modalidades.

Em consequência da primeira parte do relatório, a Rússia foi impedida de competir nas provas de atletismo dos Jogos Olímpicos Rio'20016 e também toda a equipa paralímpica russa foi excluída pelo Comité Paralímpico Internacional (CPI) dos Jogos Rio2016.

"Richard H. McLaren pretende publicar a segunda parte do seu relatório no início de dezembro. Mais detalhes seguirão nas próximas semanas", referiu a AMA em comunicado.

McLaren também concluiu que o laboratório antidopagem de Moscovo colaborou neste esquema e que os atletas russos que participaram nos Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014 foram protegidos e os seus controlos 'camuflados'.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.